Olha a bruxaria! Estátua egípcia se mexe misteriosamente e intriga especialistas

Uma fato bastante curioso e diria também sobrenatural está chamando a atenção no Museu de Manchester, na Inglaterra. Uma estátua de 25 centímetro datada de 1800 a.C. tem se movimentado sozinha dentro de um armário de vidro, sem contato com os visitantes.

É tudo tão lento que nem é visível ao olho nu, e as mudanças só aparecem quando o vídeo é acelerado dezenas de vezes. A estátua do deus Osiris gira 180°, nunca mais do que isso, e o movimento só ocorre durante o dia. Veja o vídeo:


"Um dia percebi que a estátua tinha girado. Achei estranho, pois só eu tenho a chave", disse Campbell Price, curador do museu. 

A estátua foi descoberta dentro do túmulo de uma múmia, o que ajuda a teoria de uma "maldição" dos faraós, que atingiria aqueles que retiram relíquias dos túmulos. "No Antigo Egipto acreditava-se que se a múmia era destruída, a estátua podia funcionar como um 'recipiente altertantivo' para o espírito. Pode ser isto que causa o movimento", conclui.

O físico e professor, Brian Cox, aposta numa teoria mais racional - como a estátua só se movimenta durante o dia, Cox acredita que a mesma gira devido à vibração causada pelos passos dos visitantes, por estar colocada numa superfície de vidro. Price, por seu lado, refuta esta hipótese, uma vez que a relíquia ocupa aquele lugar desde sempre e nunca ser tinha movido antes...

Segundo eles, as imagens estão disponíveis para qualquer um analisar. Ninguém tocou na estátua!
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário: